Aceitou o desafio: Thalyta Hellora #desafioartegorda

Aceitou o desafio: Thalyta Hellora #desafioartegorda


O que acontece quando uma mulher passa a seguir todas as dicas das revistas femininas (acá Claúdia, Nova, Elle etc) ?! A Vanessa Mathias  resolveu fazer o teste e seguir todas as dicas. Todas. Dietas, comportamento, moda, esporte… Um arriscado desafio começou na vida dela. Se  já sabíamos que essas “dicas” tem uma aderência potencial, agora, com esse desafio escancarado, pode ser um importante componente material para debater o conteúdo prescrito nas revistas voltadas para mulheres. E deve-se também, aprofundar o debate acerca do conteúdo visual propagado por esses meios de comunicação. As revistas femininas são campeãs em fiscalizar o comportamento das mulheres.  É pra isso que eu vejo que elas servem. Ditando o que pode e o que não pode, são  influenciadoras na maneira como as mulheres vão se enxergar no espelho. Suas páginas estão recheadas com jogo dos 1000 erros onde a mulher se marca um X a ser corrigido. Ainda mais com todas as imagens ali estampadas… Carregadas com photoshop, estritamente mulheres brancas, raras mulheres negras, sendo lançadas na nossa cara dia após dia… Escapar dessa avalanche é um verdadeiro desafio!

Não acredito que a postura dessas revistas mude em breve, até porque, a indústria da beleza gera lucro. A depressão gera lucro, o sentimento de anomalia social é uma fonte vitalícia para obtenção de lucro, status, popularidade dessas empresas. Estimular a busca incansável por atingir um padrão de beleza aceitável é a galinho dos ovos de ouro dessa indústria, independente se isso vá causar danos físicos e psicológicos em suas leitoras.

Como não tá fácil pra ninguém achar a saída desse labirinto chamado “ser mulher numa sociedade misógina”, a Thalyta chega com sua arte pra mostrar que pequenos detalhes fazem a grande diferença:

Obrigada, Thalyta! <3

By Thalyta Hellora

By Thalyta Hellora

Meu nome é Thalyta Hellora, tenho 19 anos e desenho por hobby, a um tempo vi um colar com uma gordinha e fiz a minha versão dele. Aceitei o desafio por que sim as gordas podem ser sexy igual qualquer outra mulher, cada um tem a sua beleza e ela tem que ser respeitada por todos, chega de gordofobia !

 

 

+ Não há comentários

Adicione os seus